Notícias

25 de fevereiro de 2014

Quem são as vítimas do advogado que teria aplicado golpe das ações em Passo Fundo

Imagens internas da casa de Maurício Dal Agnol, que mostram, inclusive, uma boate dentro da residência

Um vendedor de cachorro-quente está há 16 anos com uma reforma em casa que não cabe no bolso. Um aposentado não conseguiu pagar tratamento particular para a mulher e a viu definhar no Sistema Único de Saúde (SUS) até a morte. Um empresário não acredita que caiu em golpe.

Os três perfis diferentes exemplificam como são as 30 mil pessoas que teriam sido vítimas de um suposto esquema de um advogado de Passo Fundo que teria movimentado R$ 100 milhões.

As contas do empresário foram bloqueadas e a preocupação da polícia é que caso novos clientes que teriam sido enganados não apareçam, o dinheiro apreendido possa até retornar ao escritório.

O suposto esquema foi desarticulado na sexta-feira em uma operação da Polícia Federal no escritório de advocacia de Maurício Dal Agnol. Desde a década de 1990, ele se especializou em ações contra a antiga Companhia Riograndense de Telefonia (CRT).

A suspeita da PF (que cumpriu mandado na luxuosa casa do suspeito, com direito a boate no seu interior) é de que ele repassaria apenas um valor irrisório aos clientes das ações ganhas. A motivação veio após várias denúncias contra o advogado em que os clientes, representados por novos defensores, argumentavam merecer mais do que haviam ganho.

Foi o caso de Edegar Teixeira de Almeida, 67 anos, morador da Vila Victor Issler, vendedor de cachorro-quente que recebeu R$ 18 mil, mas que deveria ter ganhado R$ 206 mil.

- Minha nora é recepcionista e foi trabalhar na festa de 15 anos da filha dele (Dal Agnol). Ganhou R$ 80 para ficar a noite lá, enquanto só de decoração foram gastos R$ 300 mil. Pensei: não dá meu dinheiro e ainda usa pra fazer festa? - desabafa Almeida.

Então ele entrou na Justiça e conseguiu ganhar outros R$ 46 mil.

- Poderia já ter terminado minha casa. Mas aqui estou, esperando o resto, fazendo aos poucos - diz, em meio à reforma que dura mais de 15 anos.

Ele conta que recebeu uma ligação do próprio Dal Agnol em 1997, falando que ele teria direito a receber dinheiro da antiga CRT.

"Não temos como investigar 60 mil ações", diz delegado

Em 2005, o atual presidente do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Estado, Edilson Luiz Deitos, também teria virado cliente e vítima:

- Ele (Dal Agnol) fazia contato com empresas de contabilidade que, na boa-fé, ofereceram o serviço e nós, na boa-fé, aceitamos. Chegava dinheiro de tempos em tempos, com prestação de contas e tudo, mas só fomos nos dar conta que era um valor incorreto quando fomos procurados por um advogado de fora - conta o empresário.

Já no caso de Carmelina Helena Comin, que deu origem ao nome da operação da PF, o dinheiro chegou tarde.

- Nos disseram: daqui uns oito anos chega o dinheiro. Passava lá duas vezes por ano, especialmente quando minha mulher adoeceu porque teria ajudado muito. Mas ele (Dal Agnol) sempre dizia: ainda não chegou - lembra-se o marido José Bianchin Gheno, 70 anos.

Na verdade, segundo a PF, enquanto Carmelina lutava contra um câncer, a ação foi ganha e o dinheiro teria sido recebido pelo advogado em 2010. A verba só chegou depois de Gheno contratar um advogado novo e receber R$ 124 mil em 2013, um ano após a morte da companheira.

O risco, agora, segundo o delegado Mário Vieira Soares de Morais, é que o montante bloqueado da conta de Dal Agnol retorne ao escritório.

- Não temos como investigar as 60 mil ações cíveis que o escritório dele já moveu — explica o delegado.

A PF orienta que se a pessoa suspeite ter sido vítima, o ideal é pedir que o processo seja desarquivado e revisto.

Fonte: Zero Hora. 

Sananduva / RS

Veja mais
weather
Trovoada
  • 21° C
  • 15° C
Rádio Online

Rádio Online

Escute 24h a Rádio Sananduva em qualquer lugar do mundo

AM 990 97.7 FM

Top 5

AM FM
    http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/343/audio.mp3
  • Os 10 mandamentos do amor

    Eduardo Costa

  • http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/344/audio.mp3
  • Cama Vazia

    Brilha Som

  • http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/345/audio.mp3
  • Quarto 12

    Banda Passarela

  • http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/346/audio.mp3
  • Ponto G

    Karisma

  • http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/347/audio.mp3
  • Amor de sobremesa

    Maria Cecília e Rodolfo

    http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/338/audio.mp3
  • Problem

    Ariana Grande

  • http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/341/audio.mp3
  • Love Never Felt So Good

    Justin Timberlake feat Michael Jackson

  • http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/342/audio.mp3
  • Ela me deixou

    Skank

  • http://www.radiosananduva.com.br/site/../adm/files/340/audio.mp3
  • Dark Horse

    Katy Perry